terça-feira, 17 de maio de 2011

Profeta de Deus ou do Orkut?


Livra-se da culpa! Advertindo o falso profeta.

                       Ezequiel 3:16-21                                                                                                                                

Vejamos algumas razões para o cristão ser um indivíduo responsável:


1. Você foi chamado e escolhido (v. 17)

Filho do homem’, disse ele, ‘eu o fiz sentinela para a nação de Israel; por isso ouça a palavra que digo e leve a eles a minha advertência.’”




Assim como Habacuque se postou na sua torre de vigia (Hc. 2:1), assim também Ezequiel é nomeado atalaia (sentinela) para o povo de Israel. A expressão empregada é, literalmente: “Dei-te para ser atalaia”, o que significa que a nomeação de Ezequiel como profeta para avisar os exilados acerca da sua ruína era, na realidade, um ato de graça da parte de Deus. O termo atalaia era comum para os verdadeiros profetas do Senhor (Isaías 56:10; Jeremias 6:17; Oséias 9:8). Eles agiam como mensageiros de julgamento para um povo pecador, e Ezequiel não era a exceção.




O homem incumbido pela sua cidade para agir como seu sentinela e para advertir sobre a aproximação de uma força inimiga, tinha uma pesada responsabilidade. Devia soar o alarme, de modo que os habitantes da cidade que estivessem cultivando as terras ao seu redor, pudessem recuar para trás dos muros a fim de preparar-se para a batalha.



2. Você será cobrado (vv. 18,20)

“Quando eu disser a um ímpio que ele vai morrer, e você não o advertir nem lhe falar para dissuadi-lo dos seus maus caminhos para salvar a vida dele, aquele ímpio morrerá por a sua iniqüidade; mas para mim você será responsável pela morte dele.”



Você será o responsável por negligenciar o trabalho divino (vv. 18b, 20b): a mensagem do sentinela dizia respeito às consequências sérias do pecado. Para o perverso, ou seja, o homem que não temia a Deus e vivia uma vida de desafio aberto aos seus mandamentos, sua mensagem era: “Certamente morrerás” (v. 18). O justo também precisava de ser avisado, caso estivesse se desviando do caminho da justiça, ele necessitava de uma advertência tanto quanto o perverso, e ainda que estivesse conservando-se na justiça, continuava precisando do ministério constante de ser advertido a não pecar.



Se a morte do ímpio ocorresse como resultado da falta de profeta para cumprir seu dever de advertir o perverso a se converter dos seus caminhos, Deus disse:“O seu sangue da tua mão o requererei” . Assim, um homem que morria sem ser avisado em tempo seria considerado virtualmente a vítima de um assassinato cometido pelo sentinela que fracassara no se dever. A questão é colocada metaforicamente, mas nem por isso deixa de enfatizar a responsabilidade esmagadora confiada a Ezequiel.



O  cristão deve  alertar uma geração perdida não é, de maneira alguma.

                   

3. Você será recompensado (vv. 19, 21) 

“Se, porém, você advertir o ímpio e ele não se desviar de sua impiedade ou dos seus maus caminhos, ele morrerá por sua iniqüidade, mas você estará livre dessa culpa.”



Você será recompensado por cumprir o trabalho divino (vv. 19b, 21b): o fato de cumprir o serviço divino para o qual o profeta – na condição de sentinela – foi comissionado, lhe concederia uma recompensa, a saber, estar livre da culpa do ímpio e do justo, caso esses não quisessem dar ouvidos às instruções do Senhor comunicadas pelo homem de Deus.

Como seguidores de Cristo somos chamados para demonstrar-lhe obediência, seja lá em qual for a área de nossa vida, pois isso não somente agrada a Deus, mas também faz com que sejamos recompensados por conta dessa atitude de submissão.

Estar sob a vontade divina é o melhor lugar para um cristão permanecer, haja vista isso demonstra responsabilidade na caminhada com Jesus.



A propósito, você tem sido um cristão responsável?


Que Deus abençoe a todos!
 


Ministro Carlos Carvalho
Fonte: Pastor Renato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se alimentou? me faça feliz!
comente!

Me faça feliz, Comente!

Seguidores