quinta-feira, 5 de maio de 2011

Será que é o fim do terrorismo?

A Morte de Bin Laden X Igreja Perseguida



















































































































 Fim do terrorismo?

Ao contrário do que muitos pensam a morte de Bin Laden não significa o fim do terrorismo, não era o Osama que  sustentava a Al Qaeda, mas a guerra contra aquilo que eles consideram o “grande satã”, os Estados Unidos da América, considerados culpados por todos os males causados ao mundo árabe. Nem é preciso esperar para saber se Osama de fato está morto, mas o fato é que a notícia já está trazendo grandes benefícios aos nossos vizinhos do norte.

O que tudo isso tem a ver com a Igreja Perseguida?
Desde que os EUA enviaram suas tropas para Afeganistão, Iraque e áreas do Paquistão com o propósito de combater o terrorismo e capturar Osama Bin Laden, a pressão sobre os cristãos destes países aumentou drasticamente. O Afeganistão em 2001 era o 3º na lista de Classificação por Perseguição da Portas Abertas, e esperava-se que com a chegada dos americanos a situação da igreja melhorasse, mas hoje o país continua em terceiro e sua posição pouco oscilou nos últimos 10 anos.

O Iraque era em 2001 o 35º país na lista e pulou para 8º em 2011, o que demonstra que de fato a situação da igreja iraquiana piorou bastante desde a invasão norte-americana, principalmente nas cidades de Bagdá e Mosul onde os atentados contra igrejas e casas de cristãos são constantes. Já o Paquistão em dez anos pulou de 18ª para 11ª posição. Muitos cristãos influentes na política paquistanesa perderam suas vidas ao lutarem por leis mais justas para os cristãos e outras minorias, um exemplo disso é o ex-ministro paquistanês Shahbaz Bhatti assassinado pelo Talibã no inicio do ano.

Todos nós sabemos que os interesses dos EUA nestes países vão além da luta contra o terror, são interesses estratégicos, políticos, militares e econômicos na região, tanto que dois dos três países citados acima (Iraque e Afeganistão) têm presidentes indicados pelos EUA e o terceiro (Paquistão) é parceiro político-militar dos EUA há alguns anos. Assim como as investidas militares dos EUA em nada melhoraram a situação da Igreja nestes países ou diminuiu o terrorismo, tampouco a suposta morte de Bin Laden o fará.

Enquanto é possível reconhecer a importância política, militar e para a humanidade da morte de Osama Bin Laden, principalmente para todos aqueles que sofreram com a terrível violência que ele e sua organização provocaram em todo o mundo, a Portas Abertas também reconhece o chamado bíblico de orar por aqueles que nos perseguem (Romanos 12.14).

Durante muitos anos, o Irmão André, fundador da Portas Abertas e autor do livro “Contrabandista de Deus”, desafiou os cristãos com a seguinte pergunta: “Você já orou por Osama Bin Laden hoje?”

Quando soube da morte de Osama bin Laden, o Irmão André disse: “Eu continuo orando. Existem outros líderes da al-Qaeda que são muito mais perigosos. É um movimento. A pergunta que devemos responder é: somos dirigidos pela vingança ou pelo perdão? Esse é momento de fazermos uma reflexão honesta. O chamado de Deus para nós é que busquemos a justiça”.

 Salmo 2: “Por que se amotinam as nações e os povos tramam em vão? Os reis da terra tomam posição e os governantes conspiram unidos contra o Senhor e contra o seu ungido”. “A batalha não é contra a democracia ou contra os Estados Unidos”, ele diz. “É contra o Senhor e seu Ungido”.

Em resposta ao desafio, o ministério Portas Abertas convoca os cristãos em todo o mundo a orar:

    * Por aqueles que sofreram com os atos de violência da al-Qaeda ao longo dos anos, para que o Senhor possa confortá-los enquanto as notícias sobre a morte de bin Laden pode despertar traumas e lembranças tristes novamente.
    * Ore pelas pessoas que estão vulneráveis a possíveis retaliações do al-Qaeda, para que o Senhor dê sabedoria ao governo para proteger os cidadãos, inclusive as minorias cristãs nos países muçulmanos.

    * Ore pelo povo – principalmente os cristãos – dos países dominados pelo Talibã (Paquistão e Afeganistão), que sofreram muito por causa dos movimentos muçulmanos extremistas, incluindo al-Qaeda e Talibã. Peça para que o Senhor os proteja do mal e encha os seus corações com a paz de Jesus Cristo.
    * Ore pelos perseguidores, para que o Senhor continue a confrontá-los com o amor de Jesus Cristo através de Sua Palavra, sonhos, programas de rádio e TV e internet.
 
Que Deus Abeçoe a todos!
 
 
Ministro Carlos Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se alimentou? me faça feliz!
comente!

Me faça feliz, Comente!

Seguidores