segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Recursos para uma vida de santidade

Pedro, um dos discípulos mais chegados de Jesus, fez a seguinte observação sobre o Mestre:“o qual não cometeu pecado, nem dolo algum se achou em sua boca”. (1Pe.2.22)

Jesus em tudo foi tentado, mas nunca cometeu pecado. E o mais impressionante é o fato dele nunca haver falhado com suas palavras.

Com toda certeza, a nossa boca é responsável pelo maior número de pecados que cometemos. Tiago traz um contundente ensino sobre o uso da língua (Tg.3.2).

Jesus é o padrão de santidade que Deus nos deu. A vontade do Pai é que sejamos iguais a Jesus.

Pedro entendeu tão bem o propósito de Deus que também escreveu:

“pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo”. (1Pe.1.15,16)

Deus nos chama para vivermos em santidade. Ele tanto nos chama quanto nos capacita, dando-nos recursos para que sejamos santos como Jesus.

Um grande recurso que temos recebido de Deus para vivermos em santidade é a sua palavra.

Percebemos esta verdade na oração de Jesus: “santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade”. (Jô.17.17)

Ninguém pode se considerar fisicamente limpo sem banhar-se diariamente. Da mesma forma, só podemos ser limpos espiritualmente através de um contínuo relacionamento com a palavra de Deus.

A palavra de Deus é a água que nos lava e purifica de toda impureza a que estamos sujeitos neste mundo.

Veja algumas referências sobre a ação higienizadora da palavra de Deus:

“para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito”. (Ef.5.26,27)

Temos a nossa disposição algo mais precioso que ouro e mais doce que mel (Sl.19.10)

Não há possibilidade de sermos santos sem encher nosso coração e mente da palavra de Deus.

Falando sobre três níveis de maturidade, João fez a seguinte observação:

“Filhinhos, eu vos escrevi, porque conheceis o Pai. Pais, eu vos escrevi, porque conheceis aquele que existe desde o princípio. Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o Maligno”. (1Jo.2.14)

Para quem ainda não sabe, o maligno anda em derredor, procurando alguém para devorar (1Pe.5.8). Como podemos vencê-lo? Da mesma forma que Jesus o venceu, pela palavra (Mt.4.1-11).

Quando o apóstolo Paulo ensinou sobre a armadura de Deus, definiu a palavra como espada do Espírito (Ef.5.17).

Guardemos a palavra de Deus em nosso coração. Ela é poderosa para nos livrar do pecado.

“Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”. (Sl.119.11)

Que Deus Deus abençoe a todos!





Ministro Carlos Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se alimentou? me faça feliz!
comente!

Me faça feliz, Comente!

Seguidores